quarta-feira, 26 de julho de 2006

SMD - A Revolução da Indústria Fonográfica

AÍ.. ESSA É QUENTÍSSIMA.

Tava eu ontem, de rolé pela Lapa trocando idéia com o
Iky antes da Batalha do Real, e ele me lançou esse papo:
"Po.. com essa parada tu faz um disco com o custo de R$ 1 por mídia prensada, com encarte, tudo.. e vende a R$ 4".
Prensagem de um disco a R$ 1 cada???
Resolvi pesquisar na net e achei de suma importância a novidade.
QUERO DIVULGAR PRA TODO MUNDO!!!.

Todos sabem que os preços de CDs originais é um absurdo. Pagar por volta de R$ 30 por um álbum de qualquer artista dói muitoo no bolso. E as reclamações com a pirataria já virou novela - cerca de 70% das vendas de CDs no Brasil nos últimos anos aconteceu no mercado pirata.

Pois bem.. apareceu uma alternativa ao CD que pode mudar isso e já está causando a maior polêmica: A criação no Brasil do SMD (Semi Metalic Disc).

O SMD é um novo tipo de mídia para reprodução musical, com a mesma qualidade do CD convencional, mas com baixo custo de produção, fazendo o produto final chegar ao mercado por um valor bem mais barato que os comercializados hoje.
Não é mp3. É como um CD comum e com a mesma capacidade (até 70 minutos de áudio ou cerca de 500Mb de dados). A diferença entre o SMD e o CD covencional está na quantidade de metal que compõe o disco (99% no SMD para 100% no CD) e o processo de metalização da mídia no SMD depende do espaço do disco que vc vai ocupar. Se vc quer colocar 6 tracks, por exemplo, a metalização virá apenas nesses 6 tracks.
Por isso os custos de produção são bem mais baixos, permitindo por um preço bem mais acessível, que novos talentos sem patrocínios consigam lançar suas obras no mercado.

A invensão foi criada pelo cantor sertanejo Ralf (Isso mesmo!! aquele da dupla Chrystian e Ralf), que mesmo assediado por diversas empresas japonesas que lhe ofertaram zilhões pela invenção, patentiou a idéia investindo cerca de 3 milhões na traquitana.

O objetivo do SMD é: assegurar um preço baixo ao consumidor final, inibindo o interesse pelo pirata e garantir um maior volume de vendas para o artista, expondo o trampo para um maior número pessoas por um custo justo.

Os SMDs são confeccionados nas mesmas fábricas dos CDs e podem ser ouvidos em qualquer aparelho.
As embalagens de acrílico foram substituídas por papel cartão especial, mais econômica e moderna. A ficha técnica e demais créditos são impressos nas próprias embalagens, nas revistas ou nos rótulos dos SMDs.

::: A MELHOR PARTE :::

Tiragens | Distribuição:
Custo: Cerca de R$ 1 real por disco (que já vem prontinho, com capa, impressão) com tiragem mínima de 1.000 SMDs
Venda ao público: R$ 4,00. Ouviu bem?? 4 REAIS!!!.
E por um pouco mais pode-se optar pela Revista SMD (revista + SMD), onde o artista pode inserir sua biografia, release, letras das músicas, patrocinadores, contatos, na revista. Além disso, o preço vem impresso na capa do disco, de forma a garantir o cunho social de acesso à cultura e faz com que o vendedor não aumente o valor do produto.
Essas são informações que busquei no site.. Não sei se é só na teoria.

O mais legal é que parece que já existe um acordo com os sindicatos dos camelôs, para que eles vendam lançamentos em SMD pelos mesmos R$ 4, valor em que são vendidos os CDs piratas hoje. Ou seja, ninguém deixa de ganhar seu dinheiro.. Aliás, quase ninguém...
Pode-se imaginar (claro!) que as gravadoras torceram o nariz, alegando não estarem convencidas da eficiência da idéia (bulshit!!). Mas a história tem feito bastante sucesso entre o "underground". Artistas, produtores e selos independentes estão se adptando a novidade e já estao produzindo e comercializando suas obras em SMD.

“Pode-se dizer que eu sou o maior vendedor de piratas legalizados do mundo (risos)." comenta Ralf. "Faço isso pela arte! A população tem que ter acesso a arte. Não fiz isso para empresários e nem para as multinacionais. Pelo contrário, idealizei esse formato pensando nos artistas, para eles terem maior autonomia. Tem vários outros artistas que eu conheço que estão esperando acabar seus contratos com as gravadoras para aderir ao SMD”, finaliza.

A BABILÔNIA VAI CAIR!!!!!!!!!!
É SÉRIO GALERA.. NÃO É CAÔ!!

Os SMDs já estão ao alcance de todos, e h
á promessa ainda dos lançamentos de novos formatos: o SMDV - Semi Metalic Disc Video e o SMDG - Semi Metalic Disc Game.

Vai lá ver no site: www.portalsmd.com.br

A arte e a cultura independente agradecem!!!!
Orquídea..

11 Comments:

  • PO, ja tinha escutado sobre isso, mais não sabia que tava rolando pra todo mundo e tals. Valew a dica, ja entrei em contato e ja vou agitar umas cópias pra ver de qual é.
    Valew
    Dj"A"

    By Anonymous Dj"A", at 8:55 AM  

  • Oi Orquidea!!!

    Esta noticia rolou tem um tempo já, antes até do esquema do LOBÃO com a revista, e parece que tarifaram impostos pra caralho no produto a ponto de desistirem da idéia, eu conversei com um amigo de um selo e ele disse que nun vale a pena, mais que o valor final de 1000 copias na CD + num passa de 3000 reais com uma capa de 36x12 ou seja um cd de boa qualidade por custo maximo de R$3... então pra mim cd independente acima de R$10 tem abuso por parte da galera!!

    paz ai e valeu a atenção!

    By Blogger blequimobiu, at 11:08 AM  

  • pode até reparar que tem lançamentos de 2005!!!

    By Blogger blequimobiu, at 11:12 AM  

  • Podicre. Sei que tem uma galera prensando discos nesse formato ja. Realmente nao sei se na pratica o bagulho eh a vera. Fiz a pesquisa sobre o assunto ontem, e quero falar com outras pessoas pra saber maiores detalhes.. pros e contras. Imagino que deve ter encarecido por conta dos impostos e tudo, mas vale a galera da uma pesquisada, porque a parada parece ser a melhor opçao pra quem eh independente e tira a grana pra produçao do disco do proprio bolso.
    Valeww..

    By Blogger Orquidea, at 11:46 AM  

  • Independencia ou morte!!!!!!!!Boa noticia essa ein?Ja tinha ouvido falar dessa midia + tmbm nao sei muito ainda nao.Vo procurar mais sobre e dpois a gente conversa + sobre isso...Flw!!!

    By Blogger Gurila Mangani, at 10:46 PM  

  • O problema do SMD é a gestão incompetente da Dra. Cristina Monteiro da Silva dona da patente Semi-Metalic Disc, estelionatária, esposa do cantor Marcello da dupla "Marcelo e Gabriel" que afundou a empresa Rádio Mídia System ( www.radiomidiasystem.com.br ) e a outra empresa BusVision ( www.busvision.com.br ) que servem de lavagem de dinheiro de publicitários corruptos que fazem caixa 2 de suas campanhas.

    As empresas RMS e Bus Vision não pagam seus funcionários e prestadores de serviços e está totalmente suja no mercado ( é só verificar os inúmeros processos de ex-funcionários )... portanto não faça negócios com eles pois você com certeza vai se arrepender.

    By Anonymous Anônimo, at 8:02 PM  

  • A empresa Radio Midia System e a Dra Cristina Monteiro não tem nada a ver com o produto SMD.
    Quem cuida da patente SMD é o www.portalsmd.com.br. A Vicunha que é patrocinada oficial do SPFW Sao Paulo Fashion Week é cliente do SMD e fez a sua campanha toda em SMD. Este comentário é maldoso e inconsequente de pessoas invejosas.

    By Anonymous Anônimo, at 8:55 PM  

  • o assunto ta rendendo, hein!!
    boa galera!!
    bom.. eu tb continuo na pesquisa por mais infos sobre o smd. projetos de alguns amigos incluem a produçao de discos em smd. to aguardando os resultados e orçamentos pra passar pra galera. mas definitivamente, com todas as pessoas q conversei, todos concordam que no momento o smd eh a melhor opçao pra quem quer fazer um disco totalmente independente.
    em breve, posto mais novidades..
    valeww!

    By Blogger Orquidea, at 10:44 AM  

  • Estou lendo um comentário agressivo em relação a Sra. Cristina Monteiro, claro movimento do mercado p/ abafar a importância do SMD. Já tive diversas reuniões na rádio midia e os projetos andaram normalmente!

    By Anonymous Anônimo, at 9:43 PM  

  • é este ataque a Sra Cristina Monteiro não é verdade, pois já tive mtos projetos realizados tanto na Bus Vision qto na Rádio Midia, com certeza é uma intriga.

    By Anonymous Marisa, at 4:45 PM  

  • OLÁ PESSOAL!!! Sabe o que descobri que a Carol Monte, irmã da cantora Marisa Monte, montou uma gravadora no Rio de Janeiro chamada Bolacha Discos pra fazer lançamentos de bandas em SMD. Tem uma banda chamada Binário que saiu em SMD e foi muito elogida pelo cantor Richie.Dá uma olhada no site www.binario.mus.br
    Salve!!!

    By Anonymous Luis, at 9:33 AM  

Postar um comentário

<< Home